AVISO IMPORTANTE

"As informações fornecidas são baseadas em artigos científicos publicados. Os resumos das doenças são criados por especialistas e submetidos a um processo de avaliação científica. Estes textos gerais podem não se aplicar a casos específicos, devido à grande variabilidade de expressão da doença. Algumas das informações podem parecer chocantes. É fundamental verificar se a informação fornecida é relevante ou não para um caso em concreto.

"A informação no Blog Estudandoraras é atualizada regularmente. Pode acontecer que novas descobertas feitas entre atualizações não apareçam ainda no resumo da doença. A data da última atualização é sempre indicada. Os profissionais são sempre incentivados a consultar as publicações mais recentes antes de tomarem alguma decisão baseada na informação fornecida.

"O Blog estudandoraras não pode ser responsabilizada pelo uso nocivo, incompleto ou errado da informação encontrada na base de dados da Orphanet.

O blog estudandoraras tem como objetivo disponibilizar informação a profissionais de cuidados de saúde, doentes e seus familiares, de forma a contribuir para o melhoramento do diagnóstico, cuidados e tratamento de doenças.

A informação no blog Estudandoraras não está destinada a substituir os cuidados de saúde prestados por profissionais.

segunda-feira, 29 de junho de 2009

MUCORMICOSE

Mucormicose A mucormicose (ficomicose) é uma infecção causada por um fungo pertencente ao grande grupo de microrganismos chamados Mucorales. A mucormicose que ocorre debaixo da pele (mucormicose subcutânea) é uma forma de infecção frequente no Sudeste da Ásia e em África. Geralmente, sara sem tratamento; contudo, pode causar tumefacções grotescas debaixo da pele do pescoço ou do peito. A mucormicose do nariz e do cérebro (mucormicose rinocerebral) é uma infecção grave, geralmente mortal. Esta forma de mucormicose costuma afectar as pessoas cujas defesas estão debilitadas por uma doença, como a diabetes não controlada. Os sintomas incluem dor, febre e uma infecção da cavidade ocular (celulite orbitária) com uma inflamação do olho afectado (proptose). O doente elimina pus pelo nariz. A divisão entre os orifícios nasais (septo), a parte superior da boca (véu do palato) ou os ossos faciais que rodeiam a cavidade ocular ou os seios podem ficar destruídos. Uma infecção cerebral pode causar convulsões, incapacidade em falar com propriedade e paralisia parcial. Diagnóstico e tratamento Como os sintomas de mucormicose podem parecer-se com os de outras infecções, é possível que o médico não consiga diagnosticá-la de imediato. Colher amostras de tecidos corporais infectados para a sua cultura pode não servir de muito, dado que é difícil que o fungo cresça no laboratório. Pode estabelecer-se o diagnóstico observando os sintomas do doente e a sua situação, incluindo um estado imunológico deficiente ou uma diabetes não controlada. Uma pessoa com mucormicose costuma ser tratada com anfotericina B administrada de forma endovenosa ou injectada directamente no líquido espinhal. O tecido infectado pode ser extirpado mediante cirurgia. Se o indivíduo também tem diabetes, os seus valores de açúcar no sangue (glicose) devem ser controlados até atingir proporções quase normais.

Um comentário:

Veronica disse...

A minha sogra,esta com essa dença(mucormicose),
queria saber se é contagiosa,se pega cuidando dela.Pois estamos tendo contato direto com ela.Esta com micormicose;cabeça e nariz.Já esta num grau elevado.Gostaria de receber a resposta de volta!Obrigada desde de já.