AVISO IMPORTANTE

"As informações fornecidas são baseadas em artigos científicos publicados. Os resumos das doenças são criados por especialistas e submetidos a um processo de avaliação científica. Estes textos gerais podem não se aplicar a casos específicos, devido à grande variabilidade de expressão da doença. Algumas das informações podem parecer chocantes. É fundamental verificar se a informação fornecida é relevante ou não para um caso em concreto.

"A informação no Blog Estudandoraras é atualizada regularmente. Pode acontecer que novas descobertas feitas entre atualizações não apareçam ainda no resumo da doença. A data da última atualização é sempre indicada. Os profissionais são sempre incentivados a consultar as publicações mais recentes antes de tomarem alguma decisão baseada na informação fornecida.

"O Blog estudandoraras não pode ser responsabilizada pelo uso nocivo, incompleto ou errado da informação encontrada na base de dados da Orphanet.

O blog estudandoraras tem como objetivo disponibilizar informação a profissionais de cuidados de saúde, doentes e seus familiares, de forma a contribuir para o melhoramento do diagnóstico, cuidados e tratamento de doenças.

A informação no blog Estudandoraras não está destinada a substituir os cuidados de saúde prestados por profissionais.

terça-feira, 2 de junho de 2009

SÍNDROME DE FITZ-HUGH-CURTIS

SÍNDROME DE FITZ-HUGH-CURTIS Definição É a afecção caracterizada por processo inflamatório intra-abdominal adjacente ao fígado, secundário à ascensão pela cavidade abdominal, através do trato genital (vagina, útero e trompas), da bactéria Neisseria gonorreae, diplococo Gram-negativo intracelular, também causadora decervicite (inflamação do colo do útero) e doença inflamatória pélvica (DIP) nas mulheres, e de uretrite gonocócica, principalmente nos homens. Quadro Clínico É composto por dor no hipocôndrio direito (região imediatamente abaixo da última costela), em paciente com sinais de infecção ginecológica recente ou atual, tais como leucorréia (corrimento vaginal) purulenta e dor em baixo-ventre. Também pode haver eventualmente outros sintomas, como febre, queda do estado geral e irritação peritoneal, geralmente nos casos mais graves. Diagnóstico É feito pelo exame clínico (história e exame físico) e exames complementares, principalmente laboratoriais (estudo microscópico direto e cultura de amostra da leucorréia), ultra-sonografia e videolaparoscopia, sendo este último o de maior acurácia, porém desnecessário na grande maioria dos casos. Tratamento Consiste no uso de antibióticos. Raramente, a cirurgia é necessária, nos casos de peritonite generalizada. Outras Considerações 1- A bactéria Chlamydia trachomatis causa as mesmas doenças citadas, incluíndo a peri-hepatite, freqüentemente não se diferenciando, na prática, qual das duas está originando o caso em estudo. Nestes casos (a maioria) usam-se antibióticos com espectro de ação contra ambas. 2- A peri-hepatite, gonocócica ou por Clamídia, é também chamada de síndrome de Fitz-Hugh-Curtis.

2 comentários:

edna da silva disse...

quem tem essa sindrome pode engravidar?

debora disse...

gente adorei este blog sou portadora da sindrome de fitz estou tentando engravidar a dois anos e não consigo , fiz uma cirurgia por videolaparascopia e retirei um cisto e algumas aderencias nas paredes das trompas já se passou três meses da cirurgia e nada de engravidar qual o proximo passo que devo tomar por favor vocês que estudam esta sindrome me ajudem a saciar minhas duvidas preciso muito da sua ajuda obrigada...