AVISO IMPORTANTE

"As informações fornecidas são baseadas em artigos científicos publicados. Os resumos das doenças são criados por especialistas e submetidos a um processo de avaliação científica. Estes textos gerais podem não se aplicar a casos específicos, devido à grande variabilidade de expressão da doença. Algumas das informações podem parecer chocantes. É fundamental verificar se a informação fornecida é relevante ou não para um caso em concreto.

"A informação no Blog Estudandoraras é atualizada regularmente. Pode acontecer que novas descobertas feitas entre atualizações não apareçam ainda no resumo da doença. A data da última atualização é sempre indicada. Os profissionais são sempre incentivados a consultar as publicações mais recentes antes de tomarem alguma decisão baseada na informação fornecida.

"O Blog estudandoraras não pode ser responsabilizada pelo uso nocivo, incompleto ou errado da informação encontrada na base de dados da Orphanet.

O blog estudandoraras tem como objetivo disponibilizar informação a profissionais de cuidados de saúde, doentes e seus familiares, de forma a contribuir para o melhoramento do diagnóstico, cuidados e tratamento de doenças.

A informação no blog Estudandoraras não está destinada a substituir os cuidados de saúde prestados por profissionais.

sexta-feira, 9 de setembro de 2011

Microduplication 15q11-q13 (dup15q11-q13)

O microduplication 15q11-q13 (dup15q11-q13) síndrome é caracterizada por distúrbios neurocomportamentais, hipotonia, déficit cognitivo atraso de linguagem, e convulsões. Prevalência é desconhecida. Até o momento, cerca de 30 casos com síndrome de origem materna têm sido relatados. A síndrome de origem materna se manifesta na infância por atraso de desenvolvimento em particular na linguagem, hipotonia, convulsões, muitas vezes resistentes, problemas de comportamento, por vezes, abrangidos os transtornos do espectro autista (TEA), e sutis ou não dismórficos (macrocefalia, down-fissuras palpebrais oblíquas, epicanto, rosto inexpressivo, clinodactilia, sindactilia) e baixa estatura.Um início tardio síndrome de Lennox-Gastaut foi descrita. Defeitos cardíacos têm sido ocasionalmente relatados. O quadro clínico é muito variável, mesmo dentro da mesma família. Duplicações paterna raramente são sintomáticos (atraso do desenvolvimento / transtornos comportamentais). A síndrome é devido à duplicação intersticial que abrangem a região Prader-Willi/Angelman impresso crítica (PWACR), dos quais exclusões levam à síndrome de Prader-Willi e de Angelman (ver esses termos). O cromossomo 15q proximal região é instável e rica em baixa de cópia de repetição (LCR) seqüências que muitas vezes são substratos de rearranjos clinicamente relevantes com vários pais de origem efeitos, incluindo duplicações que ocorrem preferencialmente no cromossomo materno. Os genes causadores são impressas e expressas a partir do alelo materno. Apenas dois genes maternos expressos, UBE3A e ATP10C , estão localizados no domínio impresso. Duplicações intersticial são de um tamanho quase uniforme 4 Mb, partilha os pontos de interrupção mesmo com exclusões, e cerca de dois terços deles parecem provir de um acontecimento interchromosomal, o restante sendo intrachromosomal. Triplicações intersticial têm sido raramente relatadas. Duplicações intersticial ocorrem normalmente de novo e são muito menos freqüentes do que duplicações invertidas levando ao inv dup (15) síndrome (ver este termo). Diagnóstico deve ser suspeitado em qualquer criança com hipotonia cedo, menores dismórficos, atraso no desenvolvimento / deficiência intelectual, ASD e convulsões. Diagnóstico é confirmado pela citogenética padrão (GR-banding, capaz de identificar a maioria mas não todos duplicações) e fluorescência interfase hibridização in situ (FISH), utilizando sondas de ambos os cromossomos 15 e proximal do PWACR, que mostra a dup15q11-q13 englobando o PWACR. Estudos moleculares (análise de microssatélites em DNA parental e metilação específicas de PCR em probando DNA) são necessários para detectar o pai de origem. Microarray de hibridização genômica comparativa (aCGH) é um método poderoso para detectar o grau de duplicação. Diagnóstico diferencial inclui as outras causas de atraso de desenvolvimento, ASD, e epilepsia. Hipotonia cedo grave pode levar a avaliação genética para o PWS, mostrando a dup15q11-q13. Genética regras testando outros distúrbios com um quadro clínico semelhante e associado a cromossomo marcador supranumerário (SMC) derivados de 15, como dup inv (15) ou, mais raramente, resultando em dupla SMC hexasomy parcial do PWACR herdada da mãe. Diagnóstico pré-natal é possível. Células, obtidas por choriocentesis ou amniocentese, pode ser analisada por uma combinação de citogenética (GR-banding FISH) e moleculares (análise de metilação) métodos. Aconselhamento genético deve ser cauteloso como a síndrome dup15q11-q13 é geralmente esporádica e raramente familiar. A gestão multidisciplinar inclui uma avaliação abrangente neurológicos e de desenvolvimento. Um estudo de vídeo-EEG é recomendado para caracterizar as apreensões e determinar a farmacoterapia primeira escolha. Acompanhamento regular é essencial, como as convulsões podem ser difíceis de controlar. Avaliações de desenvolvimento permitirá o planejamento antecipado física, ocupacional e intervenções discurso. Ultra-som cardíaco deve ser realizado em todas as transportadoras para excluir um defeito cardíaco. Sobrevivência não é significativamente reduzida. * Autor: Dr. MF Portnoï (Março 2011) *.

2 comentários:

Fábio disse...

Conheço mais um caso como este. Como faço contato com este Dr. MF Portnoï ? Obrigado.

presidencia estudandoraras disse...

Luiz Silva deixou um novo comentário sobre a sua postagem "Microduplication 15q11-q13 (dup15q11-q13)":

Meu filho de 3a fez o array-cgh e apresentou duplicaçao no braço longo do cromossomo15 regiao 15q13.1 15q13.2. Apresenta atraso no desenvolvimento e alteraçoes comportamentais. Gostaria de trocar experiencias sobre a alteraçao pois nao encontro casos parecidos no Brasil. Eh o primeiro caso da Geneticista dra dafne horovitz. Obrigado